Aplicações do Big Data na medicina.

Graças ao crescimento eminente do Big Data, várias áreas vão obtendo melhorias e processos através da coleta de informações.

Dando suporte a tomada de decisões, e auxiliando diversas operações, especialistas na área da saúde estão usando o big data em centros médicos, hospitais, etc. Listamos aqui 5 aplicações do processo nesse setor, com ações que já vem impactando a área.

1- Evidência Cientifica:

Pela área da saúde ser uma das mais complexas e envolver diferentes especialidades e corpos clínicos. A aplicação da evidência cientifica se torna muito importante. Esse processo no geral tem resultado positivo em diagnósticos e na determinação de tratamentos específicos em determinados casos. Assim, gerando uma melhor visualização do quadro de cada paciente. O processo big data e as ferramentas analytics ajudam tanto no processo, como na documentação, gerando assim um melhor acesso de evidências.

2- Previsão de eventos de saúde:

Como uma das mais importantes aplicações do big data no setor, está a previsão de eventos de saúde. A automatização dos processos na área, vem sendo adotada pelos sistemas mais modernos de prontuários eletrônicos. Os prontuários são documentos que contam com informações pessoais, e de medicamentos e diagnósticos sobre os pacientes. Com isso, os algoritmos de análise de dados, são coletados e por eles é possível prever eventos e situações com relação a saúde do paciente. Na realização desse processo, é possível por exemplo, prever e evitar uma readmissão de um paciente ao centro médico.

3- Antecipação de eventos:

Por ser um processo fundamental quando se trata de aprendizado das máquinas. A antecipação de eventos é o que obtém o auxílio a tomada de decisões pelo processo big data. Ao analisar dados administrativos, muitas ações são otimizadas e são pontos de atuação da coleta de informações. Melhorias no processo de triagem, distribuição de pacientes e quartos, mudanças na estrutura, são algumas das mais presentes ações.

4- Internet das coisas: 

Facilitando o trabalho e a coleta das informações citadas, está o processo de internet das coisas. Tendo uma relação direta com os algoritmos de aprendizado das máquinas. O processo facilita a coleta das informações e análise a serem interpretadas. Mesmo que os centros médicos em sua maioria não usem de prontuários eletrônicos, eles contam com aparelhagem utilizadas em exames e procedimentos médicos. Os dados coletados nessa aplicação, são parte importante no planejamento de ações, como a manutenção preventiva de equipamentos, redução de custos, e melhoria em operações emergenciais. Partes cruciais em um centro médico.

5- Compartilhamento de conhecimento: 

Artigos científicos são publicados constantemente, e descrevem métodos e testes realizados em pacientes em diversos casos. Sendo assim, a aplicação do compartilhamento de conhecimento. Esse processo descreve o desenvolvimento de trabalhos científicos com evidencias, e necessitam da análise de dados ao longo do tempo. Por se tratar de métodos e testes realizados em diferentes casos, necessita de um rigor maior em sua documentação e descrição. Essa aplicação é importante ao possibilitar uma maior coleta e descoberta de informações e dados sobre vários pontos no setor. Tendo relação direta a diagnósticos, e tratamentos em diversos registros de pacientes.

Com a análise de dados estando mais presente nas diversas áreas, as aplicações na medicina podem revolucionar mais essa área. Facilitando descobertas e realizando uma maior troca de conhecimentos.

 

Fonte:  5 aplicações de Big Data e Inteligência Artificial na medicina

About Andoni Campos

Analista de projetos na NGR Solutions.