Big Data e as eleições.

Em uma época de grandes ações e influências digitais, o uso da big data chegou a política.

As redes sociais estão cada vez mais acessíveis, e o compartilhamento de notícias em uma velocidade cada dia mais rápida. Assim monitorar os assuntos e a reações as redes é de grande importância. Atualmente, podemos ver na política, cada vez mais candidatos com estratégias e campanhas na web. Ideias, campanhas, discursos, projetos, tudo está sendo comentado e promovido nas redes. Porém, com o aumento da influência digital, os eleitores, ficam mais interligadas sobre questões políticas. Fazendo com que haja uma reação sobre qualquer ponto promovido na web.

Com o uso do big data, é possível realizar análise e filtrar conteúdo de busca nas redes sociais, e assim, acompanhar a aceitação e reação de algum tema proposto então. Essa prática de uso da ferramenta já vem sendo usada por políticos em suas redes sociais. A presença de campanhas e estratégias de divulgações na web, é cada vez mais constante, e para isso, conta-se com o auxílio do Big Data. E se torna mais um assunto que possui o auxílio do uso do big data, com análise e avaliação de impacto.

Resultado de imagem para big data redes sociais

Como exemplo de uso do big data na política, temos o prefeito de São Paulo, João Doria. Frequente nas redes sociais, o prefeito teve sua estratégia profissionalizada e hoje utiliza cinco softwares com big data. Os softwares monitoram as redes sociais, e a equipe de análise, coleta informações e avalia o impacto e aceitação do que é falado sobre o prefeito.

AÇÕES NAS REDES

Resultado de imagem para big data eleitores

O time de desenvolvimento, trabalha alimentando o computador de informações em português, e assim podendo entender a língua para identificar padrões. Esse processo, tem como objetivo saber o que é citado e repercutido nas redes sociais. Como facebook, Twitter, Instagram, etc. Esse volume de informações exponenciais, dificilmente seria controlado sem ajuda de um software, como ocorre nessa ação.

Na política, essas ações se tornam ainda mais importante por poder filtrar vários pontos.  O software utilizado pelo prefeito de São Paulo, por exemplo, inclui diferentes ações. Como gestão de imagem, captura do que é escrito sobre assunto, e reconhecimento facial. Outra ação realizada pelo software, é a psicometria.

A psicometria também foi usada na campanha do presidente americano Donald Trump. Realizando uma análise dos eleitores, com personalidade e perfil. Com essa coleta de informações sobre eleitores, sendo bem ampla, a ação do software em questão ajuda na estratégia de comunicação. A estratégia usada pelo presidente americano em sua campanha, foi coletar informações principalmente em redes sociais. Assim possibilitou informações sobre eleitores. Essa ação possibilitou a equipe do candidato republicano de saber medos dos americanos, auxiliando o candidato em seus discursos ao redor do país.

Essa coleta de dados e informações, auxilia muitas áreas, e está em amplo crescimento na política. Hoje, podemos dizer que todas as campanhas eleitorais possuem métodos de coleta de informações sobre eleitores. Nas próximas eleições, será cada vez mais comum vermos candidatos e campanhas baseadas nas informações coletadas por ferramentas de big data.

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-41406420

About Andoni Campos

Analista de projetos na NGR Solutions.