O que fez a Toro Rosso substituir Kvyat na F1?

Piloto russo que foi rebaixado de equipe em 2016, agora ficará fora do restante da temporada em 2017.

Rebaixado de equipe, da austríaca Red Bull para a italiana Toro Rosso (ambas do mesmo grupo), em 2016. O piloto Daniil Kvyat parece ter sentido o mal momento. Se envolvendo em bastante incidentes na pista, e com um rendimento bem abaixo, continuou a ser muito contestado. Em contrapartida, Max Verstappen, que assumiu seu lugar na RBR, impressionou logo de cara e virou xodó da equipe rapidamente. Em poucas corridas no lugar de Kvyat, Verstappen conseguiu pontos preciosos para a equipe. Assim, não demorou muito para a equipe austríaca confirmar que Max permaneceria no próximo ano. O motivo que causou o rebaixamento de equipe de Kvyat foi seu envolvimento em vários incidentes, o que fizeram sua equipe acreditar que o jovem ainda não estava preparado para ocupar uma equipe de ponta.

O que ilustra a baixa produção do piloto, são os números nas temporadas. Ao compararmos os números de 2014 e 2015 com 2016, podemos ver o motivo da desconfiança em cima de Kvyat. Depois de sua troca de equipe, o rendimento em 2016 somente piorou.

 

Ao final da temporada de 2016, Daniil conseguiu se mantar na equipe Toro Rosso, mesmo contestado pelos números baixos. Em contrapartida, Verstappen se manteve bem em 2016 e cumprindo com as expectativas da Red Bull. Uma comparação entre a temporada dos dois pilotos mostra a diferença entre eles.

Em 2016, Verstappen conseguiu números bem superiores a Kvyat. 

 

Em 2017, voltando a ter muitas dificuldades, o piloto não faz uma temporada convincente. Na etapa da Hungria, a 11ª da temporada, Kvyat já somava mais pontos de penalização do que pontos no campeonato. Após sua batida na última prova, em Cingapura, Kvyat parece ter esgotado as esperanças de sua equipe. E a Toro Rosso anunciou que o piloto não disputará a etapa da Malásia, sendo substituído pelo jovem francês, Pierre Gasly.

Carlos Sainz, companheiro de Kvyat até aqui em 2017, mostrou ao longo da temporada uma pequena, mas continua evolução. Já o piloto russo oscilando bastante, com dificuldade de estar perto dos números de seu companheiro.

Resultado de imagem para kvyat graphs
Número de penalizações e pontos de Kvyat até o GP da Hungria.
Imagem relacionada
Comparação de Carlos Sainz e Daniil Kvyat em 2017.
Como já citado aqui em textos anteriores, a analise de dados nos esportes é fundamental. E em um esporte que os dados estão cada vez mais presentes, como a Fórmula 1, não é diferente. Com essa analise podemos observar como o baixo rendimento em 2016, e o eventual rebaixamento de equipe, foram a marca da queda de rendimento do piloto russo. Com os dados das temporada e os números baixos, principalmente nas comparações com os adversários, conseguimos entender o motivo da saída precoce do piloto do grid da categoria em 2017. E entender o quão fundamentais são os dados na medição de performance.

 

FONTE:

https://www.reddit.com/r/formula1/comments/6×8448/2017_driver_position_comparisons_oc/

http://www.grandprixrankings.com/compare/2015-f1/verstappen-versus-kvyat/

About Andoni Campos

Analista de projetos na NGR Solutions.